1 -
2 - Orifício Genital
3 - Rádula
4 - Boca
5 - Mandíbula
6 - Tentáculos
7 - Estômago
8 - Ânus
9 - Canal Excretor
10 -Pulmão
11 -Gônada Hermafrodita


  Coração    Glândulas Salivares
  Rim   Aparelho Genital
  Aparelho Digestivo   Fígado/Hepatopâncreas

MORFOLOGIA

O escargot é um molusco invertebrado. Possui um esqueleto externo que é a sua concha. Seu corpo se divide em três partes: cabeça, pé e massa visceral. Na cabeça há uma boca, quatro tentáculos (chifres ou antenas) e um orificio genital. Nos tentáculos maiores estão os olhos; os dois tentáculos pequenos têm função tátil. O orificio genital fica atrás da cabeça, do lado direito do animal. Como o escargot é hermafrodita (possui aparelhos reprodutores dos dois sexos), há uma vagina, um pênis e um dardo calcáreo no interior do orificio. O pé é a massa muscular que se espalha à frente e atrás da concha. A massa visceral fica no interior da concha. Lá estão o fígado, rim, coração e parte do intestino. A concha é o esqueleto externo do escargot. Sua forma e coloração são variáveis conforme a espécie. Ela é também o abrigo natural do escargot contra predadores, luz, frio e calor. Essa concha é constituída de carbonato de cálcio, daí a importância do cálcio na alimentação do animal. 

Do ponto de vista da criação comercial no Brasil, as espécies mais importantes são:

Helix aspersa maxima OU GROS GRIS
Muito prolífero e com ótima aceitação no mercado externo e interno. É indicado para criação em regiões com climas temperados e frios. Seu peso adulto para abate é ao redor de 15 gramas.

 

Achatina fulica OU ESCARGOT CHINÊS
É o maior escargot comercializado conhecido. Quando adulto, pode pesar mais de 200 gramas. Sua concha é de cor marrom com ranhuras transversais muito escuras. Pode medir até 15 cm do vértice à base. É uma espécie das mais prolíferas, botando mais de 200 ovos em cada postura. Para consumo são comercializados os filhotes na faixa de 15 a 20 gramas. Desenvolve-se muito bem em regiões de clima quente. No Estado de São Paulo a criação dessa espécie encontra-se proibida pela LEI Nº 11.756, DE 1º DE JULHO DE 2004.

 

Helix aspersa OU PETIT GRIS
É um escargot de pequeno porte. 0 diâmetro da concha pode variar de 18 a 30 mm e a altura de 20 a 30 mm. Sua forma oval e cor cinza rajada com faixas creme, contrasta com o corpo escuro tendendo para o preto. Peso médio de 7 gramas.

 

Helix pomatia OU ESCARGOT DE BOURGOGNE
É o maior escargot europeu. O diâmetro da concha pode variar de 30 a 55 mm e a altura de 30 a 50 mm. A cor da concha varia em função da região de procedência, apresentando diversas nuanças do ruivo até o marrom escuro, com ranhuras transversais. Peso médio ao redor de 22 gramas. Tem ciclo mais longo que o Gros Gris e o Escargot Turco.

 

Helix lucorum OU ESCARGOT TURCO
É muito parecido com o Escargot de Bourgogne. Apresenta uma concha com espirais marrons e mechas castanho escuro o que o diferencia do Bourgogne que apresenta as mesmas características com nuanças mais claras. Peso médio de 20 gramas.
 

O escargot é, na natureza, um herbívoro. Ele se alimenta à noite, basicamente com alface, couve, bardano, cenoura, pepino e chuchu podendo usar a ração seca, preparada em casa.

Os escargots são hermafroditas incompletos e como tal precisam de um parceiro para a cópula. Ela é precedida por uma fase de namoro que dura 20 minutos. Usando o dardo calcáreo, eles vão se tocando e se excitando até atingir o ponto de acasalamento. A seguir, eles ficam lado a lado em sentidos opostos e se penetram reciprocamente com o pênis de um na vagina do outro. Quando ocorre o climax, cada um recebe uma quantidade de espermatozóides do outro e armazena-os no receptáculo seminal. A cópula dura l0 a 12 horas. Após esse período os óvulos ficam maduros para receber os espermatozóides e serem fecundados, transformando-se em ovos.

A postura ocorre de 15 a 25 dias após a cópula. Enterrando parcialmente sua concha, e com o auxílio da cabeça e parte do pé, ele escava um buraco em forma de cogumelo invertido. A profundidade do ninho pode variar de 3 a 15 cm, dependendo da espécie, permanecendo de 24 a 30 horas em trabalho de postura. O número de ovos varia conforme a espécie, podendo ser superior a 200 na maior espécie conhecida (Escargot Chinês).

A incubação leva de 16 a 30 dias, dependendo da temperatura e umidade. O filhote permanece no ninho de 3 a 5 dias, antes de subir à superficie. A operação de abandono do ninho leva de 24 a 30 horas.

Após a eclosão, os pequenos escargots devoram tudo o que encontram pela frente, a começar pelo que sobrou da membrana que revestia o ovo de onde saíram (rica em proteínas e sais minerais, sobretudo cálcio) e depois a terra que envolve o ninho, abrindo assim uma passagem para o mundo exterior. Na superfície, ele busca em primeiro lugar, antes mesmo de procurar alimento, um local abrigado e começa a usar, em caso de frio ou vento, a sua defesa natural: a hibernação. Aclimatado a sua nova vida, o pequeno molusco começa sua maratona em direção ao alimento a à água, retornando sempre ao seu abrigo. Em nosso país, há espécies de escargots que atingem a vida adulta no máximo em 4 meses, dependendo das condições de clima, alimentação e cuidados dispensados pelo criador. Numa mesma ninhada, o crescimento é heterogêneo. A precocidade é um dos fatôres importantes de uma criação bem sucedida , sendo função da seleção de matrizes.




Você sabe qual é o mercado consumidor dos escargots?
Clique no desenho ao lado para maiores informações.